FAKE NEWS

A divulgação de notícias falsas, conhecidas como fake news, além de ser crime, pode interferir negativamente em vários setores da sociedade, como política, saúde e segurança. O termo é em inglês, mas se tornou popular em todo o mundo para denominar informações falsas que são publicadas, principalmente, em redes sociais.
Assim, as fake news podem ser usadas apenas para criar boatos e reforçar um pensamento, por meio de mentiras e da disseminação de ódio. Dessa maneira,
prejudicam-se pessoas comuns, celebridades, políticos e empresas, ocasionando prejuízos moral, profissional, financeiros e outros.

Qualquer tipo de informação falsa, da mais simples à mais descabida, induz as pessoas ao erro. Em vários casos, a notícia contém uma informação falsa cercada de outras verdadeiras. É principalmente nessas situações que estão escondidos os perigos das fake news, e suas consequências podem ser desastrosas.
Para as autoridades, identificar e punir os autores de boatos na rede é uma tarefa muito difícil. No caso do Brasil, a legislação que prevê punição para esse tipo de crime não fala sobre internet, cita apenas rádio e televisão.

A maneira mais efetiva de diminuir os impactos das fake news é cada cidadão fazer sua
parte, compartilhando apenas aquilo que tem certeza de que é verdade. O ideal é duvidar sempre e procurar informações em outros veículos, especialmente nos conhecidos como grande mídia.

Alertando que imputar notícias falsas contra pessoas ou instituições é crime, podendo ser penaliza cível e criminalmente. Se cuide.